Skip To Content

Prós e contras dos utensílios de cozinha de silicone

Prós e contras dos utensílios de cozinha de silicone

Em lojas físicas ou e-commerce, nós encontramos utensílios de cozinha em diversos materiais: madeira, bambu, inox e alumínio, para citar apenas alguns deles. E, mais recentemente, os utensílios de silicone têm se tornado figurinha fácil nos lares de todo o país, seja pela ampla oferta e praticidade ou, ainda, pelas suas cores divertidas.

O silicone tem muitas vantagens. Anote aí: não é abrasivo, por isso serve muito bem às panelas antiaderentes, que não vão riscar com o uso; é fácil de lavar e não retém odores indesejáveis; por não ser poroso, não mancha (mesmo se colocado em molho de tomate); e impede a proliferação de bactérias, comuns em utensílios de madeira.

Além disso, o silicone não libera fumaça durante o preparo da comida e não solta substâncias no alimento. Segundo a agência alimentar americana, a FDA, referência para órgãos similares em todo o mundo, o material não representa risco à saúde.

Por outro lado, apesar de contar com alta resistência ao calor, ele pode, sim, derreter por causa do fogo. Por isso, é importante checar as instruções da embalagem, que dizem a temperatura máxima a qual o objeto pode ser submetido -- o pão-duro, aquela espátula que usamos para raspar massas de bolos, suporta uma temperatura diferente da colher de silicone que usamos para refogar, por exemplo. E, claro, nada de esquecer a colher dentro da panela!

Importante também estar atento ao cabo de seu utensílio: para preparações frias, vai bem um cabo de plástico, enquanto para receitas quentes, deve-se optar por espátulas e colheres com cabos de madeira ou inox (pois não derretem com o calor).

Agora que você já sabe mais sobre utensílios de silicone, por que não aproveitar mais dicas nossas? Aqui nós te ajudamos a evitar o cheirinho de alho nas mãos ao cozinhar; também já te ensinamos a cortar cebola como um chef, e sem chorar; e ainda te demos dicas de como usar cada método de cocção para arrasar na cozinha. Aproveite!

Próximo artigo

Como fazer uma ceia de Natal descomplicada

Como fazer uma ceia de Natal descomplicada